"Mudança no poder local não é reforma nenhuma"

9 de março de 2012
O economista Paulo Trigo Pereira, que vai estar esta sexta-feira no Palácio da Bolsa, no Porto, para apresentar o seu mais recente livro: "Portugal: Dívida Pública e Défice Democrático", não acredita nos resultados da reforma do poder local recentemente aprovada pelo Governo.
"Esta chamada reforma do poder local não é reforma nenhuma. É basicamente para satisfazer um dos pontos do memorando de entendimento e não vai ter grande impacto na despesa pública", disse ao "Dinheiro Vivo"/JN Paulo Trigo Pereira.

Numa altura em que a troika se prepara para aterrar em Lisboa e fazer a terceira avaliação à concretização do memorando e aos resultados das medidas de austeridade, o economista critica o "acompanhamento deficiente" que os representantes do FMI, Comissão Europeia e BCE têm feito em relação às autarquias

"A troika não está a fazer um bom trabalho de casa tendo em conta os objectivos que traçou", precisou o economista acentuando que a meta de corte na despesa de 150 milhões de euros prevista no memorando foi ultrapassada com a posterior decisão do corte dos subsídio de férias e de Natal, sem que tivesse havido um ajustamento a este novo enquadramento.

O livro de Paulo Trigo Pereira é apresentado esta sexta-feira numa sessão que contará com as presenças de Elisa Ferreira e Paulo Rangel.


In Jornal de Notícias por Lucília Tiago

Adicionar comentário

Subscreva as Newsletters
Facebook