Governo não tem autoridade, chegou ao fim

António José Seguro
7 de abril de 2013
Governo não tem autoridade, chegou ao fim
António José Seguro defendeu a realização de eleições antecipadas como uma solução para a “grave crise” que Portugal atravessa, por considerar que o atual Governo “chegou ao fim”.

“Geralmente, as eleições são sugeridas como um problema para a democracia. Eu não penso assim. As eleições, sobretudo neste momento, são uma solução para o grave problema e a grave crise que nós temos”, reiterou.

Para o líder socialista, o Executivo de Pedro Passos Coelho “não tem autoridade, não tem credibilidade, esgotou, chegou ao fim”.

O secretário-geral do PS voltou a sublinhar que “deve ser um novo Governo” a fazer uma renegociação com a troika.

Relativamente ao Presidente da República, António José Seguro considerou que Cavaco Silva pode olhar para a atual situação política e considera-la sustentável ou insustentável: “Isso é uma competência, um critério do senhor Presidente da República. Eu tirei as minhas conclusões: eu considero que, neste momento, o país precisa de mudar de rumo, precisa de renegociar as suas condições e precisa de um novo Governo” que não destrua o modelo de “um Estado com funções sociais”.

“Sob a minha liderança, o Partido Socialista voltará ao Governo por vontade dos portugueses”, acrescentou.

in http://www.ps.pt/noticias/noticias/governo-nao-tem-autoridade-chegou-ao-fim.html.

Adicionar comentário

Subscreva as Newsletters
Facebook