José Junqueiro e Acácio Pinto em Resende

13 de abril de 2012
José Junqueiro e Acácio Pinto em Resende
Os deputados do Grupo Parlamentar do PS ,eleitos pelo círculo eleitoral de Viseu,José Junqueiro e Acácio Pinto, estiveram no concelho de Resende
Os deputados do Grupo Parlamentar do PS ,eleitos pelo círculo eleitoral de Viseu,José Junqueiro e Acácio Pinto, estiveram no concelho de Resende, no dia 19 de março, em visita de trabalho com o Presidente da Câmara Municipal, António Borges.
Nesta jornada de trabalho participaram igualmente os vereadores eleitos pelo Partido, Gârces Trindade, Dulce Pereira, Albano Santos e Fernando Teixeira, e ainda Jorge Caetano na sua qualidade de Chefe de Gabinete da presidência.
A grande e comum preocupação é com os sinais e decisões que este Governo do PSD vai anunciando e que mais não representam do que um andar para trás relativamente ao que o PS conseguiu no concelho nos últimos anos.
A grande preocupação está na possível extinção do Tribunal Judicial, instalado num edifício que pertence ao Ministério da Justiça e que está a ser alvo de obras de requalificação.
Um significativo conjunto de investimentos que têm sido realizados na modernização do concelho, nomeadamente a construção do Parque Empresarial de Anreade, o Posto da GNR, a ampliação do quartel dos Bombeiros Voluntários, o Estádio Municipal de Fornelos, o Centro Cultural de S. Cipriano, a Regeneração Urbana da Vila de Resende, o Centro Escolar de Resende e S. Cipriano, o Centro Cívico de S. Martinho de Mouros e o Lar de Idosos de S. Martinho de Mouros, contrastam com o que o PSD quer fazer ao interior do pais e a regiões como Resende.
No final da reunião que decorreu na Câmara Municipal realizou-se uma visita ao Tribunal e à obra de Regeneração Urbana da Vila de Resende,que contempla a construção de um Parque Urbano e do Fórum Municipal no centro da Vila.
Durante a visita, José Junqueiro afirmou que “este é um concelho diferente e que conheceu os caminhos do progresso e do desenvolvimento com um poder local dinâmico e com um trabalho extraordinário”. Acrescentou, ainda que “levamos uma preocupação no que diz respeito ao Tribunal que é um edifício que está em obras e que é objeto de uma decisão do Governo de encerramento irracional. Um edifício que tem todas as condições, onde o número de circulação de processos é substancialmente superior àquele que está referido no relatório”.
Para António Borges “são muito importantes as visitas de parlamentares a regiões como a nossa e era bom que o Governo também viesse aqui e fizesse como os seus deputados e analisasse as questões e os problemas. Que os sinais que são dados em Lisboa,pelo Governo, não sejam sinais de abandono de territórios como este em que nos encontramos, no Douro. ”


Eng. António Borges

Adicionar comentário

Subscreva as Newsletters
Facebook